Desenvolvimento físico e mental da criança – de 0 a 3 meses

Hoje vamos falar do Desenvolvimento físico e mental da criança – de 0 a 3 meses.

Quando temos um bebê em casa, ficamos ansiosos para ensiná-los e a estimulá-los desde cedo. Mas antes disso, devemos saber é que antes de ensinar é preciso aprender e entender um pouco como eles funcionam.

A criança desenvolve habilidades físicas e mentais a medida que seu sistema nervoso evolui. Ao nascer, suas conexões entre as células nervosas – as sinapses (Conexões entre dois neurônios vizinhos que permite o contato entre as células, possibilitando a propagação do impulso nervoso entre elas), ainda são imaturas, motivo pelo qual o bebê faz xixi na fralda até os dois anos aproximadamente ou não se lembra de que já viu alguém outras vezes até completar seis meses. Cada conquista, como falar, andar ou comer sem ajuda, está relacionada com o estágio de seu desenvolvimento neurológico (desenvolvimentos das atividades do cérebro) e motor. Para educar corretamente, é preciso conhecer, respeitar e tirar o melhor proveito de suas descobertas. Tentar antecipar as habilidades do bebê é um erro. Cobrar dele comportamentos para os quais ainda não tenho autoridade também. Mas vocês podem estimular seu crescimento natural sem forçar a fazer algo para o qual não está preparado.

desenvolvimento físico e mental do bebê

Do que o bebê é capaz?

Sensório-motora é como se chama a primeira fase do desenvolvimento da criança, que vai do nascimento até os 2 anos. Durante esse período, sua ação envolve predominantemente os movimentos reflexos e os órgãos sensoriais (Órgãos do corpo humano que têm a capacidade de perceber e reagir a estímulos – audição, olfato, visão, tato e paladar). Somente em seu final, que compreende seis estágios, ela começa a formular pensamentos mais complexos.

Vamos ver neste post e nos subsequentes o que a criança é capaz de fazer em cada uma das etapas e o sinais aos quais os pais devem se atentar, para procurar ajuda do pediatra, que poderá indicar, caso seja necessário, o profissional adequado para fazer um diagnóstico preciso.

Do Nascimento aos 3 meses

Vejamos as reações apresentadas pelos bebês:

No primeiro mês: 

  • Não existe a noção de tempo espaço;
  • os objetos são sensações;
  • se ela ouve outra pessoa chorando, chora também;
  • produz sons, acorda gritando ou chorando;
  • chora ao sentir desconforto;
  • pára de chorar quando a mãe se aproxima ou fala com ela.

No segundo mês: 

  • Olha pra quem está na sua frente;
  • segue passos com olhar;
  • sorri quando alguém sorrir pra ela.

No terceiro mês:

  • Dorme a maior parte do tempo;
  • produz sons vocálicos (sons emitidos pelo bebê que reproduzem as vogais a, e, i, o, u);
  • chora de diferentes maneiras;
  • reage ao barulho; reconhece a mãe (pela visão, mas sobretudo pelo cheiro e pela voz);
  • brinca com as mãos; agarra, involuntariamente, um objeto quando o toca;
  • aprende a levantar a cabeça e depois a mantê-la erguida.

Sinais a se atentar aos 3 meses: 

  • Nunca consegue manter firme a cabeça;
  • mantém os membros sempre tensos;
  • tem as mãos sempre fechadas;
  • não fixa nem segue com o olhar um objeto a menos de um palmo de distância;
  • sobressalta-se com o menor ruído;
  • não sorri;
  • não chora;
  • não treme ao ser tocado.

Na sequências deste post falaremos sobre o  Desenvolvimento Físico e Mental  do 3º ao 6º mês.

Abraços!

Fonte: Guia Prático Meu Bebê - V.6
Recent Posts

Leave a Comment

Contact Us

Entre em contato com o Acervo de Mãe.

Start typing and press Enter to search

10274325_753936224657871_2421878465055991390_ncurso de amamentação_clinica amamentação e cuidados com o bebê_clinica leite meu_blog maternidade_belo Horizonte_acervo de mãe.1