Escolhendo o Pediatra

escolhendo o pediatra_blog acervo de mae_acervo de mae
Escolher o Pediatra. Esta é uma tarefa importante é que toda mamãe deve fazer se possível antes mesmo do nascimento do bebê.

A escolha do pediatra é tão meticulosa quanto a escolha do obstetra. E pode ter certeza, depois que o bebê nascer, o telefone emergencial do obstetra dará lugar ao do pediatra.

É preciso ter calma no momento da escolha, ter feeling e simpatia pelo profissional que irá cuidar da saúde do seu bebezinho.

Quando ainda estava grávida do AC, peguei algumas indicações de médicos com amigas e parentes. Porém, por falta de sorte ou não, nenhum deles aceitavam o meu convênio. Sendo assim, o jeito foi consultar o guia do meu convênio e fazer uma seleção de alguns médicos.

Para começar, levei em consideração alguns pontos, como:

1) Se aceitava o meu convênio

2) Localização da Clínica – Afinal, eu não gostaria de precisar me deslocar para lugares muito distantes com um bebê recém-nascido.

3) Fiz uma consulta no Google dos nomes dos meus selecionados. É sempre possível conseguir informações de médicos na internet. Se não conseguir nenhuma, nem mesmo um comentariozinho, definitivamente desconfie.

Feito isto, marquei uma consulta para conhecer os médicos. Quando ligar para marcar, explique à secretaria que está grávida e à procura de um pediatra. Geralmente os médicos cobram por esta consulta, mesmo que seja só para conhecê-los. Houve somente um que não me cobrou, porém ele não foi meu escolhido.

A consulta serve para você sentir um pouco como é o médico. Faça perguntas  que achar pertinentes e veja se ele é receptivo à você.

A minha principal pergunta e que era uma grande preocupação era: “Você atende ligações emergenciais?” Se o médico titubeia ao responder ou diz que não, confesso que é algo ruim. Imagina seu filho com um febrão de 39,5 em pleno sábado e não poder falar com o pediatra dele. Tenso!

4) Outro ponto importante é a pontualidade. É inaceitável um pediatra atrasar. Imagina você com um bebê em um médico que sempre atrasa 30 minutos. Agora Imagina com uma criança de 1 ano que já anda e não fica mais no colo.

5) As informações que o médico te passa em relação aos primeiros cuidados com o recém nascido também são importantes. Quando será a primeira consulta, como dar o banho em casa, banho de sol, higiene íntima, entre outros. Há médicos que instruem a mamãe até mesmo no preparo das mamas para a amamentação.  O pediatra que não se preocupa em passar esse tipo de informações tão básicas, sinceramente cai drasticamente no meu conceito de Bom Médico!

Enfim, esses foram os pontos que considerei ao escolher a pediatra do meu filhote. Minha escolha foi a Dra. Maria Elizabeth de Castro Bahia Alvarenga Soares. Ela é pontual, super atenciosa, sempre responde aos meus chamados de emergência, mesmo quando está de férias, além de ser um pouco psicóloga. E tem nos ajudado muito, principalmente neste momento que está chegando um irmãozinho para o AC.

E é claro, ela será a pediatra do JC.

E se o seu bebezinho já nasceu e ainda não tem um pediatra ou você não está satisfeita com o médico atual, procure uma nova opção. Não fique arrastando uma situação que desfavoreça a você e principalmente ao seu filho.

Espero ter ajudado!

E você, quais os quesitos acha ou achou importante na hora de fazer sua escolha?

Abraços!

Recommended Posts

Leave a Comment

Contact Us

Entre em contato com o Acervo de Mãe.

Start typing and press Enter to search

Sem-título1enxoval de bebe_enxoval de bebe em miami_acervo de mae_blog maternidade